• Uma nova obra-prima de Josefa de Óbidos

    A leitura da sina do Menino Jesus

Esta pequena pintura foi a última obra de Josefa de Óbidos a ser conhecida, e despertou imediatamente um enorme interesse de especialistas e colecionadores, quer pela sua enorme qualidade, quer pela singularidade do seu tema. Revisitada em 2015, numa grande exposição no Museu Nacional de Arte Antiga, Josefa de Ayalla, dita Josefa de Óbidos, tem vindo a revelar-se como um dos casos culturalmente mais interessantes entre as mulheres pintoras do período barroco.
A pintura mostra a leitura da sina do Menino Jesus através da observação da sua mão por uma mulher cigana durante a estadia da Sagrada Família no Egipto. A associação entre o Egipto e o povo cigano (gitano) foi usual na época, em coletâneas de gravuras e nas pinturas de Luis de Morales, em Espanha, mas tem também uma grande tradição em Portugal, quer na cultura visual, através de António de Holanda, Francisco de Holanda, Diogo de Teixeira, ou Baltasar Gomes Figueira (o pai de Josefa), quer na literatura, através dos poemas de Maria Mesquita Pimentel e Soror Violante do Céu, que trataram diretamente a leitura da sina de Cristo menino.


APRESENTAÇÃO
6 setembro | 18h

A apresentação da obra será feita por Joaquim Oliveira Caetano.


2019 Josefa baixa resolucao

Josefa de Ayalla, dita Josefa de Óbidos (Sevilha 1630 – Óbidos 1684)

A leitura da sina do Menino Jesus
1667
Óleo sobre cobre
22 x 29 cm
Coleção Jaime Eguiguren Art & Antiques