• LOUISE MAUDUIT

    Uma nova pintora no MNAA

Em 1987 o Museu Nacional de Arte Antiga recebeu, no legado de Maria Luisa Moutinho, um Retrato de Senhora atribuído ao pintor neoclássico francês Pierre Narcise Barron-Guerin (1774-1883), proveniente da coleção do seu pai, o jornalista Augusto Pina (1872-1938), e do seu tio, o crítico de arte Mariano Pina (1860-1899). Só em 2021 a pintura teve um tratamento de conservação pelo conservador-restaurador Raúl Leite, do Laboratório José de Figueiredo, revelando-se então uma assinatura, propositadamente escondida, que permitiu a identificação da obra como sendo da pintora francesa Louise Mauduit (1784-1862) e uma reavaliação do seu tema como a representação de uma «ninfa».
Louise Marie-Jeanne Mauduit (depois do seu casamento, Louise Hersent) nasceu em Paris, filha do professor de geometria e arquiteto Antoine-René Mauduit (1731-1815). Casou em 1821 com o pintor Louis Hersent (1784-1862). Na casa de ambos, na rue Cassete, em Paris, Louise criou uma escola de pintura destinada a mulheres. A geração de Louise Mauduit, beneficiando da abertura da Academia e dos Salons introduzida pela Revolução, marcou definitivamente a presença das mulheres, em número e qualidade, na arte francesa.


FOLHA DE SALA

icon pdf download ficheiro


LOUISE MAUDUIT_MNAA 2167 PINT

Louise Marie-Jeanne Hersent, nascida Mauduit (Paris, 1784-1862)
Ninfa
Início do século XIX
Óleo sobre tela
54,5 × 45,5 cm
Proveniência: Legado Maria Luisa Moutinho, 1987
MNAA, inv. 2167 Pint
©MNAA/Susana Campos